Estado da arte sobre a formação de professores entre 2001 e 2016: um olhar sobre a produção brasileira a partir do Portal de periódicos CAPES/MEC

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v43i3.17298

Palavras-chave:

Formação de professores, Pesquisa, Estado da arte

Resumo

Neste artigo coloca-se em tela o estado da arte das pesquisas brasileiras sobre a formação de professores dos primeiros 15 anos do século XXI. Tem-se por objetivo questionar a quantidade, a frequência, a autoria, as origens das pesquisas e as suas correlações. Neste trabalho aponta-se a progressão do estudo desse tema, caracterizam-se e organizam-se informações para servir de base investigativa para outras pesquisas. Para isso, foram coletados os dados do Portal de periódicos da CAPES/MEC, utilizando o método estatístico para mapear as produções desse período. A pesquisa é de natureza quantitativa e descreve a categorização dos dados a fim de apontar o desencadeamento do tema no primeiro quindênio do presente século. Os resultados apontam lacunas de assuntos e decréscimo da frequência e quantidade de pesquisas sobre a formação de professores nesse período. Esta pesquisa teve como principais interlocutores: Romanowski e Ens (2006), André (2002), Brzezinski (2006, 2014), Gil (2008) e Ferreira (2002).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jerry Adriano Raimundo, Professor do Ensino Fundamental do Município de Curitiba – PR – Brasil

Mestre em Educação (UFPR). Professor do Ensino Fundamental (PMC). Especializado em Filosofia Contemporânea (FACEL) e Psicopedagogia (ESAP). Licenciado em Pedagogia e Normal Superior (UEM). Bacharel em Teologia (SPR).

Maurício Cesar Vitória Fagundes, Universidade Federal do Paraná

Graduado em História pela Universidade Católica de Pelotas, Especialista em filosofia pela Universidade Estadual de Londrina, Especialista em Gestão e Organização do Trabalho pedagógico na Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental pela Universidade Estadual do Paraná, Mestre em Educação pela Universidade Federal de Pelotas e Doutor em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Atualmente é professor ensino superior da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Formação de Professores e Gestão Educação Básica e Educação Superior, atuando principalmente nos seguintes temas: projeto político-pedagógico, educação superior, processos emancipatórios, dialética, pedagogia universitária, educação do campo, formação docente e educação popular.

Referências

ANDRÉ, M. E. D. A. de (Org.). Formação de professores no Brasil (1990-1998). Brasília, DF: MEC/Inep/Comped, 2002.

ANPED. GT08 – Formação de professores. Disponível em: <http://www.ANPEd.org.br/grupos-de-trabalho/gt08-forma%C3%A7%C3%A3o-de-professores>. Acesso em: 23 mar. 2017.

BRZEZINSKI, I. (Org.) Formação de profissionais da educação (1997-2002). Brasília, DF: MEC/Inep, 2006.

BRZEZINSKI, I. (Org.) Formação de profissionais da educação (2003-2010). Brasília, DF: MEC/Inep, 2014.

DIRETÓRIOS DOS GRUPOS DE PESQUISA NO BRASIL. Séries Históricas. Disponível em: <http://lattes.cnpq.br/web/dgp/sobre>. Acesso em: 28 fev. 2017.

GEOCAPES. Concessão de bolsas de pós-graduação da CAPES no Brasil. Disponível em: <https://geocapes.capes.gov.br/geocapes/>. Acesso em: 07 ago. 2018.

FERREIRA, N. S. de A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, São Paulo, ano 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

KOLLER, S. H.; COUTO, M. C. P. P.; HOHENDORFF, J. V. Métodos de pesquisa: manual de produção científica. Porto Alegre: Penso, 2014.

PLATAFORMA SUCUPIRA. Cursos avaliados. Disponível em: <https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoAreaAvaliacao.xhtml>. Acesso em: 24 mar. 2017.

PORTAL DE PERIÓDICOS DA CAPES/MEC. Disponível em: <http://www.periodicos.capes.gov.br/?option=com_pfaq&controller=Show&view=pfaqshow&mn=72&smn=85&limitstart=4>. Acesso em: 02 jun. 2017.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “Estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37-50, dez. 2006.

Downloads

Publicado

19-12-2018

Como Citar

RAIMUNDO, J. A.; FAGUNDES, M. C. V. Estado da arte sobre a formação de professores entre 2001 e 2016: um olhar sobre a produção brasileira a partir do Portal de periódicos CAPES/MEC. Roteiro, [S. l.], v. 43, n. 3, p. 891–918, 2018. DOI: 10.18593/r.v43i3.17298. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/17298. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos de demanda contínua

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.