A utilização do software Iramuteq na análise de dados textuais em revisão sistemática de literatura

Autores

  • Ruhama Ariella Sabião Batista Universidade Estadual de Ponta Grossa https://orcid.org/0000-0002-7758-6084
  • Mary Ângela Teixeira Brandalise Universidade Estadual de Ponta Grossa

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v48.32352

Palavras-chave:

Análise de dados, Iramuteq, Revisão Sistemática de Literatura, Pesquisas em Educação

Resumo

As pesquisas na área da Educação têm utilizado as tecnologias ao seu favor no que tange à análise e categorização de dados, mas, especificamente, na revisão sistemática de literatura, como aborda este artigo. Uma das possibilidades é o Iramuteq, software livre, vinculado ao software estatístico R e a sua linguagem de programação é python. As análises estatísticas realizadas por seus algoritmos possibilitam a recuperação do contexto ao qual as palavras pertencem, organiza, classifica e executa uma série de análises que podem contribuir com o trabalho do pesquisador. Tendo em vista essa significativa contribuição, o artigo tem como objetivo discutir a utilização do software Iramuteq a partir das possibilidades observadas nos resultados de uma revisão sistemática de literatura. Dessa forma, buscou-se apresentar a utilização do Iramuteq a partir da potencialidade dos seguintes relatórios do software: análise lexicográfica, análise de similitude e classificação hierárquica descendente. Apesar de não esgotar as possibilidades do software neste artigo, ressalta-se a relevância de sua utilização para tornar o processo de análise dos dados textuais mais ágil, conciso e coerente. Ademais, ressalta-se a figura do pesquisador como parte essencial para a adequação do uso do Iramuteq às pesquisas, pois cabe a este uma preparação prévia, como: o conhecimento das possibilidades dos relatórios do Iramuteq, para uma preparação adequada do corpus textual e o conhecimento do próprio objeto de estudo, para utilizar os relatórios de forma adequada e coesa com os objetivos da pesquisa a ser realizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ruhama Ariella Sabião Batista, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutoranda em Educação. Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil.

Mary Ângela Teixeira Brandalise, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutora em Educação. Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil.

Referências

BARBETTA, P. A. Estatística aplicada às Ciências Sociais. 7 ed. Editora da UFSC: Florianópolis, 2003.

BRASIL. Edital nº 61, de 02 de agosto de 2013. CAPES, Brasília, DF, 02 de agosto de 2013a. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/edital-061-2013-pibid-retificado-pdf. Acesso em: 04 nov. 2021.

BRASIL. Apresentação da Proposta de Residência Pedagógica – Maria Helena Guimarães de Castro. Ministério da Educação, Brasília, outubro de 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/outubro-2017-pdf/74041-formacao-professor-final-18-10-17-pdf/file. Acesso em: 06 jun. 2022.

BUENO, A. J. A. Uma análise por meio do software Iramuteq de teses e dissertações defendidas entre 2007 e 2017 com a temática filmes comerciais no ensino de ciências. 2018. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e educação Matemática) – Universidade Estadual de Ponta Grossa. Ponta Grossa, 2018.

CAMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 21, n. 2, p. 513-518, dez. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.9788/TP2013.2-16.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. São Paulo: Cortez, 1991.

FELÍCIO, H. M. S. O PIBID como “terceiro espaço” de formação inicial de professores. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 42, mai./ago., p. 415-434, 2014. DOI: https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.14.042.ds05.

FERREIRA, C. A. L. Pesquisa quantitativa e qualitativa: perspectivas para o campo da Educação. Revista Mosaico, Goiânia, v. 8, n. 2, p. 173-182, jul./dez. 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v8i2.4424

GALVÃO, M. C. B.; RICARTE, I. L. M. Revisão Sistemática da Literatura: conceituação, produção e publicação. LOGEION: Filosofia da informação, Rio de Janeiro, v. 6 n. 1, p.57-73, set.2019/fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.21728/logeion.2019v6n1.p57-73.

GÜNTHER, H. Pesquisa Qualitativa Versus Pesquisa Quantitativa: Esta É a Questão? Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 22, n. 2, p. 201-210, mai./ago., 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ptp/a/HMpC4d5cbXsdt6RqbrmZk3J/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 06 jun. 2022.

JESUS, R. S.; FONTES, L. P. M. PIBID História: relato de experiência enfocando a educação patrimonial para jovens e adultos. Revista do Instituto de Ciências Humanas, Belo Horizonte, v. 14, n. 19, p. 160-171, jun. 2018. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/revistaich/article/view/15769/13306. Acesso em: 10 jun. 2021.

KAMI, M. T. M. et al. Trabalho no consultório na rua: uso do software IRAMUTEQ no apoio à pesquisa qualitativa. Escola Anna Nery – Revista de Enfermagem, Rio de Janeiro, v. 20, n. 3, 2016. DOI: https://doi.org/10.5935/1414-8145.20160069.

MACHADO, A. A. Avaliação da Formação Continuada da área de Matemática do PNAIC no Município de Ivaiporã: a percepção dos professores egressos. 2020. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2020.

MINAYO, M. C. S. (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

MOIMAZ, S. A. S. Análise qualitativa do aleitamento materno com o uso do software Iramuteq. Revista Saúde e Pesquisa, Maringá, v. 9, n. 3, p. 567-577, set./dez. 2016. Disponível em: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/5649/2924. Acesso em: 06 jun. 2022.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. 2. ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2011.

MUSSI, R. F. F. et al. Pesquisa quantitativa e/ou qualitativa: distanciamentos, aproximações e possibilidades. Revista Sustinere, Rio de Janeiro, v. 7, n. 2, p. 414-430, jan. 2019. DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2019.41193.

PRIORI, A.; BRUNELO, L.; PAIXÃO, L. História, ensino e aprendizagem: a experiência do Pibid de História da Universidade Estadual de Maringá/PR. Diálogos, Maringá, v. 16, p. 319-329, 14 mar. 2012. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/Dialogos/article/view/36067/18675. Acesso em: 06 jun. 2022.

RAMOS, M. G.; LIMA, V. M. R.; AMARAL-ROSA, M. P. Contribuições do software IRAMUTEQ para a Análise Textual Discursiva. Atas - Investigação Qualitativa em Educação, Fortaleza, v. 1, p. 505-514, 2018. Disponível em: https://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2018/article/view/1676. Acesso em: 06 jun. 2022.

SANTOS, V. et al. IRAMUTEQ nas pesquisas qualitativas brasileiras da área da saúde: scoping review. In: CONGRESO IBERO-AMERICANO EM INVESTIGACIÓN CUALITATIVA, 6, 2017. Anais [...] Salamanca: CIAIQ, 2017. Disponível em: https://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2017/article/view/1230. Acesso em: 06 jun. 2022.

SOUZA, M. A. R. et al. O uso do software IRAMUTEQ na análise de dados em pesquisas qualitativas. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 52, p. 01-07, out. 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2017015003353.

TEIXEIRA, O. A Base de Conhecimentos para o ensino da Metodologia da Resolução de Problemas: uma análise a partir de formadores de professores de Matemática. 2020. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2020.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

BATISTA, R. A. S.; BRANDALISE, M. Ângela T. A utilização do software Iramuteq na análise de dados textuais em revisão sistemática de literatura. Roteiro, [S. l.], v. 48, 2023. DOI: 10.18593/r.v48.32352. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/32352. Acesso em: 15 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos de demanda contínua