Entrevista: A didática na formação inicial de professores para a atuação na educação básica, com Ilma Passos Alencastro Veiga

Autores

  • Edileuza Fernandes Silva Faculdade de Educação/Universidade de Brasília http://orcid.org/0000-0002-9837-2958
  • Maria Alessandra Lima Moulin Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v47.30140

Palavras-chave:

Didática, Formação de professores, Educação Básica

Resumo

Esta entrevista discute a didática na formação inicial de professores para a atuação na educação básica a partir do diálogo com Ilma Passos Alencastro Veiga, Professora Emérita da Faculdade de Educação da Universidade da Brasília. São abordadas questões teórico-práticas que retomam experiências, estudos, pesquisas e produções da entrevistada acerca da disciplina Campo da Pedagogia, a qual cumpre papel central na formação didático-pedagógica nas licenciaturas. A Didática é disciplina do currículo de cursos de licenciatura que tem como objeto o ensino com vistas às aprendizagens dos estudantes. Fundamentada na relação teoria-prática, concretiza-se no ato educativo para o alcance das finalidades da educação básica. As reflexões possibilitadas pelas questões indicam que o confronto entre teoria e prática foi uma constante na formação da autora, bem como em sua atuação profissional, levando-a a questionamentos acerca da Didática na formação docente. Suas reflexões reafirmam a complexidade da formação de professores e a relevância dessa disciplina nesse processo, portanto, é necessário repensar a Didática para os cursos de licenciatura de forma democrática, com discussões abertas e críticas. Seu desafio atual é a convergência para uma proposta de Didática inovadora, fundamentada na Pedagogia Histórico-Crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edileuza Fernandes Silva, Faculdade de Educação/Universidade de Brasília

Professora Adjunta da Faculdade de Educação/Programa de Pós-Graduação em Educação/UnB, na Linha de Pesquisa Profissão Docente, Currículo e Avaliação.

Maria Alessandra Lima Moulin, Universidade de Brasília

Atualmente sou pedagoga na Escola Superior de Defesa (ESD), onde atuo no cargo de Coordenação. Em 1999, formei-me em Pedagogia pela Universidade de Brasília (UnB). Sou mestre em Relações Internacionais e Ciência Política com ênfase em Defesa e Poder Aeroespacial concedido pela Universidade da Força Aérea (UNIFA) em 2019. Minha dissertação foi na área de currículo no ensino militar. Em tese contínua à área de pesquisa, minha tese se concentra no estudo dos itinerários formativos do Novo Ensino Médio por meio da Base Nacional Curricular Comum. Além de outras formações acadêmicas, também conclui três cursos de pós-graduação lato Sensu: (i) em Gestão e Direito Educacional (ILAPE, 2010); (ii) em Psicopedagogia (UCB, 2005); e (iii) em Educação a Distância (UnB, 2000). Profissionalmente, atuei como militar na Força Aérea por oito anos, na Diretoria de Educação Aeronáutica (DIRENS) e na Escola Superior de Guerra - Campus Brasília. Recentemente, trabalhei como desenvolvedora de conteúdo em um curso de pós-graduação (Delinea, 2020) e como professora orientadora no Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Altos Estudos em Defesa (ESG, 2020/2021/2022). Meus cursos, () Formação de professores e profissionais são: (i) Currículoiii) Mentoria, (iv) Avaliação de Professores e (v) Avaliação Institucional.

Referências

BRASIL. Resolução CNE/CP 2/2015. Ministério da Educação. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, 2 jul. 2015. Disponível em: http://pronacampo.mec.gov.br/images/ pdf/res_cne_cp_02_03072015.pdf.

BRASIL. Resolução CNE/CP 2/2019. Diário Oficial da União, Brasília, 15 de abril de 2020, Seção 1, pp. 46-49.

BACKHEUSER, E. Técnica da Pedagogia Moderna. Civilização Brasileira: 1934.

CASTRO, A. D. A didática na Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos: um percurso de quatro décadas. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 65, n. 150, p. 291- 300, maio/ago., 1984.

CASTRO, A. D. A licenciatura no Brasil. Revista de História, São Paulo, v. 50, n. 100, p. 627-652, out./dez., 1974 (mimeo). DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1974.132649

CASTRO, A.D. Redefinição da Didática. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Rio de Janeiro, v. 59, n. 129, p.1-209, jan./mar., 1972.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1986.

SANTOS, B. S. Um discurso sobre as ciências. Porto: Afrontamento, 1989.

SAVIANI, D. Política Educacional Brasileira: limites e perspectivas. Revista de Educação PUC-Campinas, n. 24, p. 7-16, jun. 2008.

SAVIANI, D. Escola e democracia. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1983.

SEMINÁRIO A DIDÁTICA EM QUESTÃO. Reunião Científica Anped. “A revisão da didática”. Anais [...]. PUC Rio de Janeiro, 1986. (mimeo.) “Metodologia didática”. Informativo ANPED, vol. 8, nº 1, pp 17-18, jan./mar., 1986.

TURRA, C. M. G.; ENRICONE, D.; SANT’ANNA, F.; ANDRÉ, L. C. Planejamento de ensino e avaliação. Porto Alegre: Editora Sagra Luzzatto, 1975.

VEIGA, I. P. A. A prática pedagógica do professor de didática. Campinas, SP: Papirus, 1989.

VEIGA, I. P. A. (coord.). Repensando a didática. 29. ed. - Campinas, SP: Papirus, 2012.

VEIGA, I. P. A. (coord.). Didática: entre o pensar, o dizer e o vivenciar. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2012.

ZABALZA, M.; ZABALZA, C. Formação e Docência na Educação Básica e Superior: novos tempos, novos rumos. Curitiba, PR: CRV, 2015.

Downloads

Publicado

04-08-2022

Como Citar

SILVA, E. F.; MOULIN, M. A. L. Entrevista: A didática na formação inicial de professores para a atuação na educação básica, com Ilma Passos Alencastro Veiga. Roteiro, [S. l.], v. 47, p. e30140, 2022. DOI: 10.18593/r.v47.30140. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/30140. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Seção temática: O ensino da didática na formação de professores