O diário oficial do Distrito Federal como fonte para a história da educação (1967-1971)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v48.32659

Palavras-chave:

fontes, história da educação, Distrito Federal, diário oficial

Resumo

O artigo tem por objetivo analisar o Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) como fonte para a história da educação naquela região, entre os anos de 1967 e 1971, apresentando algumas possibilidades de pesquisa que ele anuncia. Procedeu-se à leitura de todos os números do DODF publicados no recorte da pesquisa, especificamente, a seção de notícias, nas quais inicialmente a Prefeitura e depois o Governo do Distrito Federal veiculavam informações relativas aos serviços que prestavam à população, dentre os quais estava a educação. Nesse processo de leitura foram levantadas e fichadas as referências encontradas relativas à educação escolar em todos os seus níveis e modalidades, formando um banco de dados. Foram identificados no periódico dez temas ligados ao mundo da escola e da escolarização: práticas escolares do ensino primário; ensino médio; profissão docente; ensino normal; gestão do ensino; construção de escolas; circulação de modelos pedagógicos; educação especial; cultura material escolar e jardins de infância, que, em seu conjunto, apresentam múltiplas possibilidades para a escrita da história da educação no Distrito Federal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juarez José Tuchinski dos Anjos, Universidade de Brasília

Doutor em Educação na área de História e Historiografia da Educação. Professor de História da Educação no Departamento de Teorias e Fundamentos e no Programa de Pós-Graduação em Educação, Modalide Profissional, da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília.

Referências

SALAS DE AULA. DODF. Brasília, 04 fev. 1969, p. 1.

A CRIANÇA E A DRAMATIZAÇÃO DE TEMAS DE EDUCAÇÃO SANITÁRIA. RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA. DODF. Brasília, 15 ago. 1968, p. 2.

AMARAL, C. R. A formação do magistério primário nos primórdios de Brasília (1960-1964): memórias de uma utopia possível. In: PEREIRA, E. W et al. (org.) Anísio Teixeira e seu legado à educação no Distrito Federal: história e memória. Brasília: Editora da UnB, p. 71-114, 2018.

ANJOS, J. J. T. Ari Cunha e as críticas ao sistema de ensino de Brasília na coluna Visto, Lido e Ouvido (Correio Braziliense, 1960-1965). História da Educação. Porto Alegre, v. 26, p. 1-25, 2022c.

ANJOS, J. J. T. O Inep e o planejamento do sistema público de ensino de Brasília nos anos 1950. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília, v. 103, n. 263, p. 87-94, jan./abr. 2022a.

ANJOS, J. J. T. O jornal “Correio Braziliense” como fonte para a história das culturas escolares em Brasília (1960-1971). In: BERTOLETTI, E. N. M.; ZIMMERMAN; T. R. (org.) Fontes históricas em perspectivas situadas: Limiares de pesquisas e ensinabilidades em educação. São Carlos: Pedro & João Editores, p. 37-54, 2022b.

ANJOS, J. J. T.; BARBOSA, E. B. L. A narrativa de Juscelino Kubitschek sobre a escolarização em Brasília: vestígios de uma historiografia da educação. In: ANJOS, J. J. T.; TAVARES, F. C. (org.). Escrita da pesquisa em educação na região Centro-Oeste (vol. 4). Campo Grande: Editora Oeste, p. 57-75, 2020.

BARBOSA, E. B. L. Notícias da pré-escola no Distrito Federal: apontamentos de Yvonne Jean (1960-1964). Educar em Revista. Curitiba, v. 37, 2021.

CARTEIRAS. DODF. Brasília, p. 24, 31 jul. 1968.

CARVALHO, R. P. F. A aritmética no ensino primário de Brasília: 1957-1970 (Doutorado em Educação Matemática). Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Anhanguera. São Paulo, 2017.

CATANI, D. B. Estudos de história da profissão docente. In: LOPES, E. M. S. T.; FARIA FILHO, L. M.; VEIGA, C. G. (org.) 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, p. 585-599, 2000.

CEGO. DODF. Brasília, 06 ago. 1968, p. 2.

CEM: UNIFORME ESCOLAR DE QUALQUER FABRICAÇÃO. DODF. Brasília, 02 fev. 1971, p. 1.

CENTRO DE ARTES A SERVIÇO DA CRIANÇA VOCACIONAL. DODF. Brasília, 14 jun. 1968, p. 3.

CHAIN, S. B. Cidade nova, novas escolas? Anísio Teixeira, arquitetura e educação em Brasília. (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo). Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2018.

CHARTIER, R. A história cultural entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 2002.

CIÊNCIAS NATURAIS. DODF. Brasília, 25 abr. 1969, p. 2.

CLASSES DE ADAPTAÇÃO. DODF. Brasília, 29 jan. 1969, p. 3.

CLUBES DE LEITURA COLOCARÃO ALUNOS EM CONSTANTE CONTATO COM OS LIVROS. DODF. Brasília, 30 out. 1970, p. 2.

COLÉGIO DO PLANO PILOTO FESTEJOU 9º ANIVERSÁRIO. DODF. Brasília, 22 out. 1969, p. 1.

COMEMORAÇÃO DO DIA DA BANDEIRA TEM HOJE FESTIVAL DE GINÁSTICA. DODF. Brasília, 19 nov. 1970, p. 2.

COMPOSIÇÕES INFANTIS. DODF. Brasília, 17 set. 1968, p. 2.

COUTINHO, L. M. Imagem fotográfica: um olhar poético sobre os primórdios da educação em Brasília. In: PEREIRA, E. W. et al. (org.) Nas Asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964). Brasília: Editora da UnB, p. 359-372, 2011.

COUTINHO, L. M. Ver os olhos que viram: fotografia e memória no Museu da Educação do Distrito Federal. In: PEREIRA, E. W et al. (org.) Anísio Teixeira e seu legado à educação no Distrito Federal: história e memória. Brasília: Editora da UnB, p. 37-50, 2018.

CURSO DE EMERGÊNCIA. DODF. Brasília, 05 set. 1968, p. 4.

CURSOS. DODF. Brasília, 16 ago. 1968, p. 2.

DARNTON, R. As notícias em Paris: uma pioneira sociedade da informação. In: Os dentes falsos de George Washington: um guia não convencional para o século XVIII. São Paulo: companhia das Letras, p. 40-90, 2005.

DARNTON, R. Entrevista. In: PALLARES-BURKE, M. L. (org.) As muitas faces da história: nove entrevistas. São Paulo: Editora da Unesp, p. 233-268, 2000.

DOAÇÃO À ESCOLA PARQUE. DODF. Brasília, 27 jun. 1969, p. 2.

EDUCAÇÃO CÍVICA. DODF. Brasília, 22 mai. 1968, p. 1.

EDUCAÇÃO. DODF. Brasília, 07 mai. 1968, p. 2.

EDUCAÇÃO. DODF. Brasília, 23 ago. 1968, p. 16.

ENSINO ELEMENTAR. DODF. Brasília, 25 fev. 1969, p. 4.

ESCOLANO BENITO, A. Patrimonio material de la escuela e historia cultural. Linhas. Florianópolis, v. 11, n. 2, p. 13-28, jul./dez. 2010.

ESCOLAS MELHORAM ESCRITA DE ALUNOS. DODF. Brasília, 02 jul. 1971, p. 2.

ESCOLAS. DODF. Brasília, 31 out. 1968, p. 1.

EXCEPCIONAIS. DODF. Brasília, 02 mai. 1969, p. 2.

EXPANSÃO DE MATRÍCULAS NA FAIXA DE 7 A 14 ANOS E REFORMULAÇÃO DO CURRÍCULO DE 4ª E 5ª SÉRIES. DODF. Brasília, 02 mar. 1971, p. 1.

FESTA DA PRIMAVERA. DODF. Brasília, 26 set. 1969, p. 4.

FRANÇA, G. A. Levantamento de fontes e acervos para uma história das duas primeiras escolas de São Sebastião/DF (1959-1996) (Mestrado Profissional em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Modalidade Profissional, da Universidade de Brasília. Brasília, 2020.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

GINZBURG, C. Exphrasis e citação. In: A micro-história e outros ensaios. Lisboa: Difel, p. 215-232, 1991.

GOVERNADOR NO CMEB. DODF. Brasília, 08 mai. 1970, p. 2.

HOMENAGEM À MARINHA. DODF. Brasília, 13 jun. 1969, p. 2.

HOMENAGENS. DODF. Brasília, 10 set. 1971, p. 1.

JULIA, D. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação. Campinas, n. 1, p. 9-43, jan.-jun. 2001.

LUZ, A. S.; ANJOS, J. J. T. Financiamento e usos da caixa escolar nos jardins de infância de Brasília (1960-1970). Entreideias. Salvador, v. 11, n. 3, p. 39-58, set./dez. 2022.

MAIS DEZ ESCOLAS CLASSE PARA CIDADES SATÉLITES. DODF. Brasília, 07 mai. 1970, p. 1.

MAIS ESCOLAS. DODF. Brasília, 29 dez. 1967, p. 2.

MARTINS, A. F. O ensino de artes nas Escolas Parque. In: PEREIRA, E. W. et al. (org.) Nas Asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964). Brasília: Editora da UnB, p. 231-252, 2011.

MATRÍCULAS ABERTAS: JARDINS DE INFÂNCIA. DODF. Brasília, 13 fev. 1968, p. 16.

MEC E PETROBRÁS AJUDAM ESCOLAS. DODF. Brasília, 23 mar. 1971, p. 3.

MÉDIA 7 NO NORMAL HABILITA PROFESSOR. DODF. Brasília, 30 jan. 1968, p. 1.

MENDONÇA, A. W. P. C.; XAVIER, L. N. (org.) Por uma política de formação do magistério nacional: o Inep/Mec nos anos 1950/1960. Brasília: Inep, 2008.

MORAES, C. F. As competências legais da gestão do sistema de ensino nos primórdios de Brasília (1959-1960). (Monografia de Graduação em Pedagogia). Faculdade de Educação da Universidade de Brasília. Brasília, 2019.

NORMALISTAS DO CEMAB TÊM OBRA DE PESQUISA. DODF. Brasília, 24. mar. 1970, p. 2.

NUCLEO BANDEIRANTE COMEMORA O 14º ANIVERSÁRIO DE COLABORAÇÃO NO ENGRANDECIMENTO DE BRASÍLIA. DODF. Brasília, 19 nov. 1970, p. 2.

OBRAS DA EDUCAÇÃO. DODF. Brasília, 16 mai. 1968, p. 1.

ONDE NASCE A ESPERANÇA. DODF. Brasília, 19 nov. 1968, p. 3.

OUTRA ESCOLA DE TAGUATINGA INSTALA NUCLEO AUDIOVISUAL. DODF. Brasília, 22 mai. 1970, p. 1.

PALESTRA PARA PROFESSORAS. DODF. Brasília, 09 set. 1970, p. 3.

PARADA MIRIM. DODF. Brasília, 08 set. 1971, p. 1.

PDF VAI CONSTRUIR CENTRO DE ORIENTAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA. DODF. Brasília, 26 mar. 1968, p. 16.

PERCEPÇÃO DE SOM E RITMO. DODF. Brasília, 16 out. 1968, p. 1.

PEREIRA, E. W. et al. (org.) Nas Asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964). Brasília: Editora da UnB, 2011.

PEREIRA, E. W.; ROCHA, L. M. F. Escola Parque de Brasília: uma experiência de educação integral. In: PEREIRA, E. W. et al. (org.) Nas Asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964). Brasília: Editora da UnB, p. 161-178, 2011.

PEREIRA, E. W.; TAUNAY, M. P. Uma trilogia da história da educação no Distrito Federal. Revista Com Censo. Brasília, v. 7, n. 1, p. 60-66, mar. 2020.

PESQUISA. DODF. Brasília, 22 jul. 1969, p. 2.

PINTO, V. F.; MÜLLER, F.; ANJOS, J. J. T. Entre o plano e o vivido: a inauguração de Brasília e dos jardins de infância (1960-1962). Educação e Cultura Contemporânea. Rio de Janeiro, v. 17, n. 47, p. 292-313, 2020.

PLANALTINA FESTEJA ANIVERSÁRIO. DODF. Brasília, 28 ago. 1970, p. 2.

PLANALTINA INAUGURA O NOVO ENSINO NORMAL. DODF. Brasília, 19 ago. 1970, p. 6-7.

PROFESSORES DO NORMAL TERÃO SEMINÁRIO: AGOSTO. DODF. Brasília, 04 jul. 1968, p. 1.

PROFESSORES PARA O MÉDIO. DODF. Brasília, 14 fev. 1968, p. 16.

PROFESSORES PARA SURDOS. DODF. Brasília, 21 jan. 1969, p. 2.

PROFESSORES. DODF. Brasília, 23 ago. 1968, p. 2.

RAMOS, C. 30 anos do curso de magistério em Brasília. Brasília: ENB, 1990.

RAMOS, C. CASEB: 50 anos. Uma escola inesquecível. Brasília: CASEB, 2010.

SOUZA, F. H. M. CASEB e Elefante Branco: experimentalismo e inovação no ensino médio. In: PEREIRA, E. W. et al. (org.) Nas Asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964). Brasília: Editora da UnB, p. 203-228, 2011.

SOUZA, G.; PERES, E. Aspectos teórico-metodológicos da pesquisa sobre cultura material escolar: (im)possibilidades de investigação. In: CASTRO, C. A. (org.) Cultura Material Escolar: a escola e seus artefatos. São Luís: Edufma, p. 43-68, 2011.

TEIXEIRA, A. Plano de construções escolares de Brasília. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro, v. 35, n. 81, p. 195-199, jan./mar. 1961.

THOMPSON, E. P. A miséria da teoria ou um planetário de erros. Curitiba: Copyflex, 2009.

TREINAMENTO EM MONTAGEM DE PROJETOS ESTUDA O APROVEITAMENTO ESTUDANTIL. DODF. Brasília, 04 mar. 1971, p. 2.

V SEMINÁRIO DO ENSINO NORMAL. DODF. Brasília, 03 mar. 1970, p. 1.

VEYNE, P. Como se escreve a história. Brasília: Editora da UnB, 2008.

VIII JOGOS GINÁSIO-COLEGIAIS. DODF. Brasília, 22 out. 1968, p. 5.

XADREZ NO CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO PRIMÁRIA DO DF. DODF. Brasília, 02 out. 1968, p. 16.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

ANJOS, J. J. T. dos. O diário oficial do Distrito Federal como fonte para a história da educação (1967-1971). Roteiro, [S. l.], v. 48, p. e32659, 2023. DOI: 10.18593/r.v48.32659. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/32659. Acesso em: 15 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos de demanda contínua