Publicidade com crianças: notas sobre Programa “Leia para uma Criança” do Itaú Social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v47.28143

Palavras-chave:

Criança, Leitura, Publicidade, Educação

Resumo

O texto expõe resultados de uma investigação documental e qualitativa que teve como corpus de análise o programa “Leia para uma criança” da Fundação Itaú Social. De modo mais específico focalizou-se a seguinte questão: Que repercussões as estratégias de marketing do Banco Itaú sobre infância trazem para o pensamento crítico no campo da educação? A proposta de análise fundamentou-se metodologicamente em Penn (2002), acerca das imagens, já que o corpus abarca campanhas publicitárias comerciais construídas tanto a linguagem verbal quanto a não verbal.  O texto mostra que é possível pensar sobre o papel da escola e o papel da instituição financeira que constrói todo um relato sobre o papel da educação familiar e dos livros e da leitura. Pode-se inclusive problematizar se está havendo uma inversão de papéis. Isso denota que os profissionais da educação devem interrogar sobre os limites da pretensa autoridade da publicidade para tratar de temas tão pujantes para o campo da formação humana. Conclui-se que é fundamental formação docente que lhes permitam questionar o deslocamento da autoridade pedagógica da escola para as mídias e a publicidade. Equivale a pensar também na potência e no papel da escola e dos docentes na sociedade contemporânea, na importância decisiva da autoridade pedagógica dessa instituição e desses sujeitos para a reflexão crítica e a formação das crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kênia Mendonça Diniz, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia. Professora  do curso de Letras da Fundação Carmelitana Mário Palmério (FUCAMP). 

Iara Vieira Guimarães, UFU

Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Doutora em Educação pela USP. Pós-Doutorado em Educação pela UFF. 

Referências

ARIÈS, P. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: Zahar Editora, 1978.

ASTRONAUTA. DPZ & T. São Paulo, 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=lgzsbguv9F4. Acesso em 24.dez.2017.

BARUFFALDI, V.B. O enunciatário refletido no espelho. São Paulo: Universidade de São Paulo, 294 p., 2006 (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de linguística).

BAUER, M.W; GASKELL, G.; ALLUM, N.C. Qualidade, quantidade e interesses do conhecimento. In: BAURER, M.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Um manual prático. Petrópolis (RJ): Vozes; 2012. p. 17-36.

BAUMAN, Z. A arte da vida. Rio de Janeiro: Zahar Editora, 2009.

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar Editora, 2001.

BOWIE, David. Starman. In: The Rise and Fall of Ziggy Stardist and the Spiders from Mars. Estados Unidos: RCA, 1972.

CELLARD, A. A análise documental. In: POUPART, J. et al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2008.

COSTA, M.I.L. & MENDES, M.M.G.C. A publicidade como ferramenta de consumo: uma reflexão sobre a produção de necessidades. Portugal, BOCC, p. 2 - 10, 2012. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/costa-mendes-a-publicidade-como-ferramenta-de-consumo.pdf. Acesso em: 20 fev. 2020.

DINIZ, K. M. Campanhas publicitárias do programa "Leia para uma Criança" do Itaú Social: uma abordagem investigativa sobre a educação da infância. 2019. 193 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2019.2546. DOI: https://doi.org/10.14393/ufu.te.2019.2546

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. 5 ed., São Paulo: Edições Loyola, 1999.

GIL, A.C. Métodos e pesquisas de pesquisa social, 6ª ed., São Paulo: Atlas, 2008.

GUIMARÃES, I. V. e LOPES, J. J. M. As experiências espaciais das crianças no espaço urbano. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, v. 35, n. 73, p. 307-325, jan./fev. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-4060.59690

ITAÚ. Leia para uma criança: Astronauta. Youtube, set. 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=QeGlSXdVVD4. Acesso em 28 dez. 2020.

NERY, E. S. Juventude, libertação e história - um estudo a partir de letras de músicas de David Bowie (Starman a Blackstar). In: XXIX Simpósio Nacional de História Contra os preconceitos: História e Democracia, 2017, Brasília. Simpósio Nacional de História Contra os preconceitos: História e Democracia. Brasília: ANPUH, 2017. v. 1. p. 1-10.

PENN, G. Análise semiótica de imagens paradas. BAURER, M.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Um manual prático. 10 ed. Petrópolis (RJ): Vozes; 2002. p. 319-42.

SODRÉ, M. As estratégias sensíveis: afeto, mídia e política. Petropólis, RJ: Vozes, 2006.

Downloads

Publicado

13-07-2022

Como Citar

DINIZ, K. M.; GUIMARÃES, I. V. Publicidade com crianças: notas sobre Programa “Leia para uma Criança” do Itaú Social. Roteiro, [S. l.], v. 47, p. e28143, 2022. DOI: 10.18593/r.v47.28143. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/28143. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos de demanda contínua