FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA PEDAGOGIA DAS COMPETÊNCIAS

Autores

  • Amarildo Luiz Trevisan Professor Associado IV da Universidade Federal de Santa Maria/RS e pesquisador do CNPq.
  • Dirceu Alberti Professor da Universidade Regional Integrada - URI - Campus Santiago e Doutorando em Educação - PPGE/UFSM.

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v40i2.6939

Resumo

O artigo aborda a formação docente na perspectiva da filosofia da educação,
a fim de reconhecer o caráter instrumental presente na Pedagogia das Competências. Desse modo, o objetivo foi analisar quais as possibilidades e os limites das competências para a formação docente na perspectiva da teoria da ação comunicativa, de Jürgen Habermas. O referencial teórico é embasado na abordagem hermenêutico-reconstrutiva habermasiana, considerando a necessidade do restabelecimento de uma postura dialógica e crítico-emancipatória na formação docente. As discussões são centralizadas criticamente na teia que amarra a educação aos interesses do sistema, especialmente na tarefa de adaptar a sociedade e os cidadãos à ordem econômica vigente.
Palavras-chave: Filosofia da educação. Formação. Competências. Dialogicidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amarildo Luiz Trevisan, Professor Associado IV da Universidade Federal de Santa Maria/RS e pesquisador do CNPq.

Professor do Departamento de Fundamentos da Educação - CE/UFSM e do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE/UFSM.

Dirceu Alberti, Professor da Universidade Regional Integrada - URI - Campus Santiago e Doutorando em Educação - PPGE/UFSM.

Professor da Universidade Regional Integrada - URI - Campus Santiago e Doutorando em Educação - PPGE/UFSM.

Downloads

Publicado

26-10-2015

Como Citar

TREVISAN, A. L.; ALBERTI, D. FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA PEDAGOGIA DAS COMPETÊNCIAS. Roteiro, [S. l.], v. 40, n. 2, p. 311–332, 2015. DOI: 10.18593/r.v40i2.6939. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/6939. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos