O diálogo crítico nas relações educativas imbricado aos movimentos de ação-reflexão

Autores

  • André Luis Castro de Freitas Professor associado da Universidade Federal do Rio Grande - FURG, Rio Grande, RS, Brasil. Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Computação. Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental. https://orcid.org/0000-0002-4566-3655
  • Luciane Albernaz de Araujo Freitas Professora do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense - IFSUL, Pelotas, RS, Brasil. Programa de Pós-Graduação em Educação e Tecnologia. https://orcid.org/0000-0001-9014-0071

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v43i3.16459

Palavras-chave:

Educação popular, Educação formal, Diálogo, Ação-reflexão

Resumo

A partir de um estudo descritivo crítico, fundamentado em uma pesquisa qualitativa, bibliográfica, adensada pelo pensamento educacional de Paulo Freire, teve-se como intenção refletir sobre os pressupostos que demonstravam premente o exercício do diálogo crítico nas relações educativas, bem como estudar a sua relação com os movimentos de ação-reflexão diante dos desafios que enfrenta a escola contemporânea. Na primeira parte do texto, resgatam-se nas obras freirianas, as quais abordam o assunto, a importância do exercício do diálogo, cuja raiz está na educação popular, como relação em que os seres humanos pronunciam e modificam o mundo. A partir dessa compreensão, esse mesmo mundo pronunciado volta-se problematizado aos sujeitos, gerando novas ações no contexto histórico. Na segunda parte, aproxima-se a discussão dos desafios vividos pelos seres humanos no momento contemporâneo, em que tanto educadores quanto educandos estão tomados por fragmentos impostos pelos modelos de produção e consumo vigentes. Nessas condições, fez-se objetivo neste estudo elaborar aproximações e distanciamentos entre a educação popular e a educação formal, fundamentados na razão de que o educando aprende quando, pelo conhecimento científico trabalhado, ressignifica seus saberes do cotidiano e consegue gerar ações que venham a provocar transformações no meio em que está inserido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Luis Castro de Freitas, Professor associado da Universidade Federal do Rio Grande - FURG, Rio Grande, RS, Brasil. Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Computação. Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental.

Mestre e Doutor em Ciência da Computação. Mestre e Doutor em Educação.

Luciane Albernaz de Araujo Freitas, Professora do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense - IFSUL, Pelotas, RS, Brasil. Programa de Pós-Graduação em Educação e Tecnologia.

Mestre em Deseenvolvimento Socila. Doutora em Educação Ambiental.

Referências

CALADO, A. J. F. Paulo Freire: sua visão de mundo, de homem e de sociedade. Caruaru: FAFICA, 2001.

FREIRE, P. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, P. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

FREIRE, P. Conscientização e libertação: conversa com Paulo Freire. In: TORRES, C. A. T. (Org.). Diálogo com Paulo Freire. Loyola: São Paulo, 1979. p. 63-77.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1969.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? 16. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 9. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 38. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

FREIRE, P. Quatro cartas aos animadores de círculos de cultura de São Tomé e Príncipe. In: BEZERRA COSTA, M. A.; BRANDÃO, C. R. (Org.). A questão política da educação popular. São Paulo: Brasiliense, 1980. p. 136-195.

GHIGGI, G. Paulo Freire e a revivificação da educação popular. Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 2, p. 111-118, maio/ago. 2010.

JAPIASSU, H.; MARCONDES, D. Dicionário básico de filosofia. 3. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

SÁNCHEZ VÁZQUEZ, A. Filosofia da práxis. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

Downloads

Publicado

19-12-2018

Como Citar

FREITAS, A. L. C. de; FREITAS, L. A. de A. O diálogo crítico nas relações educativas imbricado aos movimentos de ação-reflexão. Roteiro, [S. l.], v. 43, n. 3, p. 979–1000, 2018. DOI: 10.18593/r.v43i3.16459. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/16459. Acesso em: 20 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos de demanda contínua

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)