A INOVAÇÃO PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: O ESTADO DO CONHECIMENTO

Autores

  • Nathalia da Silva Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC) https://orcid.org/0000-0001-9847-974X
  • André Henrique Schneeberger Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • Maria Teresa Ceron Trevisol Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)

Resumo

Introdução: A inovação no contexto da educação, diferentemente da sua apropriação gerencialista pelo modelo capitalista neoliberal, que reverencia o  individualismo, está vinculada à renovações de práticas pedagógicas e concepções que resultam na superação da engessada educação tradicional bancária, não se limitando ao uso exclusivo de tecnologias como atribuído pela mídia e pelo modelo capitalista. E, na Educação Infantil (EI), também tem sido promovido práticas pedagógicas inovadoras? Objetivo: Nesse sentido, o que as pesquisas tem relatado a este respeito? Constitui objetivo deste trabalho, verificar as teses e dissertações defendidas e os artigos publicados tendo como foco as Práticas Pedagógicas Inovadoras na Educação Infantil. Método: Para alcançar o objetivo da pesquisa, optamos pela abordagem de pesquisa qualitativa do tipo Estado do Conhecimento, utilizando as palavras-chave “Práticas Pedagógicas Inovadoras” AND “Educação Infantil”, “Educação Infantil” AND “Inovação Pedagógica”, “Educação Infantil” AND “Ações Pedagógicas Inovadoras” e Inovação AND “Educação Infantil” nos seguintes repositórios de publicações científicas: Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES, Portal de Periódicos CAPES e Biblioteca Eletrônica Científico On-line (SciELO). Os filtros aplicados no Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES foram: Recorte temporal (2018 - 2022); Grande Área Conhecimento (Ciências Humanas); e Área Conhecimento (Educação). No Portal de Periódicos CAPES, aplicamos os filtros: Recorte temporal (2018 - 2022); e Idioma (Português). Adotamos como critérios de inclusão as publicações que apresentassem a Inovação no título, resumo, palavra-chave, linha de pesquisa e/ou projeto de pesquisa, bem como dialogassem/relacionasse a Inovação no contexto da EI. Como critérios de exclusão, descartamos as publicações que não tratassem a respeito da Inovação em outros níveis de ensino. Com o intuito de adentrarmos no conteúdo das publicações, criamos categorias por aproximações dos temas. Resultados: Como resultado parcial da pesquisa, ainda em andamento, a partir das buscas nos repositórios, obtivemos um total de 20 publicações, sendo quatro artigos, 15 dissertações e uma tese. Das dissertações e teses, 37,5% foram defendidas em 2018, 18,75% em 2019, 12,5% em 2020 e 31,25% em 2021. Do total das mesmas, com quatro dissertações, o estado de São Paulo corresponde ao maior número de publicações desenvolvidas nas seguintes universidades: Universidade Municipal de São Caetano do Sul (50%); e no Centro Universitário Adventista de São Paulo (50%). Já no estado de Rondônia, foram localizadas três dissertações, todas na Universidade Federal de Rondônia. Encontramos a mesma quantidade no Rio Grande do Sul, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (66,66%) e na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (33,33%). Em Santa Catarina, na Universidade do Planalto de Santa Catarina, localizamos duas dissertações. Por fim, identificamos uma dissertação nos seguintes estados: Paraná, na Universidade Tuiuti do Paraná; Minas Gerais, na Universidade Federal de Lavras; Bahia, na Universidade do Estado da Bahia; e uma tese no Ceará, na Universidade Estadual do Ceará. Conclusão: Por se tratar de uma pesquisa em andamento, até o presente momento, elencamos quatro categorias de análise a partir das dissertações e teses. São elas: formação inicial; indicação de práticas; práticas pedagógicas; inclusão; e tecnologias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

da Silva, N., Schneeberger, A. H., & Ceron Trevisol, M. T. (2022). A INOVAÇÃO PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: O ESTADO DO CONHECIMENTO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31452. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31452

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa