A ARTE TERAPIA ENQUANTO INSTRUMENTO DE TRABALHO NO PROCESSO DA PSICANÁLISE

Autores

  • Viviane Ariati Zenaro UNOESC
  • Maxemino Luiz Martinelli

Resumo

Introdução: Na busca do processo terapêutico o indivíduo se encontra em um
estado que lhe traz sofrimentos e/ou conflitos internos, sintomas que afetam sua vida,
sejam social/profissional, escolar e/ou familiar. O uso das artes como método
psicoterapêutico é uma ferramenta de muita valia no processo de identificar,
analisar e tratar os diferentes sintomas. De acordo com a área de atuação do
profissional/público, a arteterapia encontra diferentes aplicações: na avaliação,
prevenção, tratamento e reabilitação voltados para a saúde, sendo assim o campo
de atuação da arteterapia tem se ampliado, abrangendo além do contexto clínico
também o educacional, o comunitário e o organizacional, o que implica significativa
importância deste estudo, tanto no viés acadêmico científico quanto social.
Objetivo: Analisar o que os estudos tem apontado acerca da aplicação da arte
terapia enquanto instrumento de trabalho no processo psicoterapêutico. Método:
Este estudo trata aqui de um recorte do Trabalho de Conclusão de Curso,
especificamente do levantamento bibliográfico. De caráter exploratório descritivo,
com abordagem qualitativa, o estudo se deu em um primeiro momento a partir da
pesquisa bibliográfica não exaustiva, realizada na bibliotecas digitail Scielo no perído
de 2020 a 2022. Foram utilizados descritores que associados como: Arte, Terapia e
Psicanalise, tendo como critérios de exclusão estudos repetidos; e/ou que não
constasse a temática pesquisada no resumo. Os estudos foram analisados a partir do
método de análise de conteúdo de Bardin. Resultados: Com a pesquisa foram
analisados sete artigos, os quais foram organizados em dois eixos temáticos. No
primeiro, que tratou do uso da arte na clínica psicanalítica, os estudos apresentam
aspectos importantes da clínica psicanalítica ao relembrar a observação feita por
Freud que vislumbra sobre a entrada da psicanalise em instituições. Ao implementar
uma clínica com viés psicanalítico, seja ela em instituições ou particulares, é seguir e
reafirmar o que é a pratica psicanalítica e a viabilidade de se iniciar um tratamento.
O segundo eixo, ficaram evidenciado estudos que compreendem o uso da
arteterapia como instrumento no processo terapêutico, a arte enquanto produção,
uma forma sensível e de liberdade de expressão através das manifestações artísticas
e sua linguagem subjetiva: desenho, pintura, colagem, escultura, teatro, etc. Pensando e organizando propostas arte terapêuticas como um instrumento para
auxiliar o psicólogo no processo psicoterapêutico. Conclusão: A partir dos estudos
analisados, foi possível perceber que todo processo envolvendo a psicanalise, seja
ela em instituições ou em clínica, o uso das artes em um processo de análise ou da
arteterapia, como um instrumento psicológico, são atividades que promove
mudanças na realidade do indivíduo, desenvolvendo capacidades pessoais,
estabelecendo comunicação entre o real e o imaginário. As intervenções em
arteterapia podem possibilitar o trabalho de integração do sujeito com o mundo,
estimulando a resolução de conflitos e consequentemente a integração do sujeito
consigo mesmo e com grupos com que interage. A arteterapia tem interesse na arte
como um agente que permita ao indivíduo o contato com seus símbolos, criando
uma ponte entre o consciente e o inconsciente, individual e coletivo, abrindo para
o processo de equilíbrio psíquico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Zenaro, V. A., & Martinelli, M. L. (2022). A ARTE TERAPIA ENQUANTO INSTRUMENTO DE TRABALHO NO PROCESSO DA PSICANÁLISE. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31480. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31480

Edição

Seção

Videira - Ensino