POLÍTICAS EDUCACIONAIS E A MERCANTILIZAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO NO SUL DO BRASIL

Autores

  • Davi Alexandre Schoenardie Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Marcio Giusti Trevisol Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Introdução: Este estudo é fruto das discussões iniciais de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que integra o  Grupo de Pesquisa “Comunicação, Mídia e Sociedade”, Linha de Pesquisa “Processos Midiáticos”, do curso de Publicidade e Propaganda da da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), campus Joaçaba. À luz de uma educação marcada pelo gerencialismo e pela performatividade, os Programas de Pós-Graduação têm se tornado produtores de conhecimento em prol da competitividade mercadológica. Por conseguinte, a formação de novos pesquisadores tem sido fragilizada por uma onda de reprodutivismo. Nesse sentido, o problema investigativo toma como base o seguinte questionamento: como as políticas educacionais, caracterizadas pela mercantilização do ensino, têm afetado a formação de  pesquisadores nos Programas de Pós-Graduação em Comunicação do Sul do Brasil? Objetivo: O objetivo deste estudo é compreender como a mercantilização do ensino tem afetado a formação de pesquisadores dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação do Sul do Brasil. Método: Trata-se de uma investigação documental, de abordagem qualitativa, com objetivo exploratório, método histórico-crítico e análise de conteúdo. Serão definidas categorias analíticas, balizadas no referencial teórico-epistemológico. Resultados: Os resultados da revisão da literatura apontam que a pós-graduação ganha fôlego a partir do Parecer CFE 977/67, de autoria de Newton Sucupira, assim como com a criação de Associações Nacionais por área de conhecimento, motivadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Contudo, desde as origens, as políticas educacionais têm centrado a produção de conhecimento no Brasil a serviço dos interesses da prosperidade socioeconômica nacional e do mercado de trabalho global. Tais políticas, por consequência, têm afetado a formação de pesquisadores dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação do Sul do Brasil, que ora são inundados por uma onda de produção em massa para atender aos ditames empresariais. Conclusão: Diante do exposto, é possível concluir que as aproximações iniciais do presente Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que encontra-se em andamento, trazem luz às discussões sobre os interesses de uma agenda mercadológica no âmbito da Pós-Graduação no Sul do Brasil. Com base nisso, compreende-se que este fenômeno ocasiona na redução de fontes de financiamento ou mesmo na descontinuação de Programas de Pós-Graduação que não atendem aos interesses do capital, definidos por organismos multilaterais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Davi Alexandre Schoenardie, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Acadêmico de Publicidade e Propaganda na Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). Bolsista de Iniciação Tecnológica e Inovação, do CNPQ. Membro do Grupo de Pesquisa "Comunicação, Mídia e Sociedade".

Marcio Giusti Trevisol, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Graduado em Filosofia Graduado em Filosofia pelo Centro Universitário Assunção (UNIFAI). Especialista em metodologia do Ensino de Filosofia para Universidade de Passo Fundo (UPF). Doutor em Educação pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Mestre em Ética e Filosofia Política (UFSC). Atualmente é professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). Atualmente é líder do grupo de pesquisa “Comunicação, Mídia e Sociedade”. Membro e pesquisador do grupo de pesquisa GEPES –UPF (Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Superior). Participa da Rede ibero-americana de estudos e pesquisas em políticas, processos de educação superior – RIEPPES – Unoesc/Unicamp e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas de Educação Superior da Região Sul – GEPPES SUL.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Schoenardie, D. A., & Trevisol, M. G. (2022). POLÍTICAS EDUCACIONAIS E A MERCANTILIZAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO NO SUL DO BRASIL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31661. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31661

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa