REINSERÇÃO SOCIAL DE DETENTOS: APONTAMENTOS TEÓRICOS

Autores

  • Isis Manfroi Pelegrinello Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Adriano Schlösser Universidade do Oeste de Santa Catarina - Campus Videira.

Resumo

Introdução: O período de detenção de um sujeito que cometeu delitos perante a lei pode modificar a personalidade do mesmo, podendo deixar sequelas psíquicas temporárias ou irreversíveis. Assim, detentos necessitam de processos interventivos capazes de construir um ambiente propício à reeducação, reabilitação e reinserção social. Objetivo: A presente revisão narrativa tem por objetivo reunir informações do fenômeno da reinserção social de detentos, trazendo assim uma perspectiva teórica da temática. Método:   A revisão narrativa contou com a seleção bibliográfica em bases de dados, a saber: Scielo, Pepsic, Lilacs e PubMed, utilizando os descritores; ”Detentos”, “Psicologia” e “Reinserção”. Resultados: Com isso, obteve-se como resultados a eficiência no processo penal em relação a inserção de detentos na sociedade, por meio do seu regresso para a liberdade e processo de reabilitação, podendo destacar a experiencia do período de convívio no cárcere e o quanto isso afeta no seu convívio em liberdade o levando a não cometer mais delitos . Conclusão: Assim, é possível concluir que as pessoas que passam ou passaram pelo processo de encarceramento tem experiencias subjetivas da circunstância, e então através do processo da pena possuem o desejo de “mudança de vida” ou não, acarretando a  perceptiva da efetividade da reinserção pelo olhar do detento e como será a busca dela após o cumprimento da pena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isis Manfroi Pelegrinello, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Discente do Curso de Psicologia, Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)

Adriano Schlösser, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Campus Videira.

Doutor em Psicologia (UFSC). Pós-doutor em Psicologia do Esporte (UDESC). Docente do curso de Psicologia da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus Videira. Pesquisador associado aos Laboratórios de Psicologia Social da Comunicação e Cognição (LACCOS UFSC), e de Psicologia do Esporte (LAPE UDESC).

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

PELEGRINELLO, I. M., & Schlösser, A. (2022). REINSERÇÃO SOCIAL DE DETENTOS: APONTAMENTOS TEÓRICOS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31617. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31617

Edição

Seção

Videira - Ensino