REGULAÇÃO DAS EMOÇÕES EM CRIANÇAS DA PRÉ-ESCOLA

Autores

  • Dianefer D. Maia Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)
  • Kaina A. Ferreira Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)
  • Fabiana Piccoli D'Agostini UNOESC

Resumo

O período da pré-escola é um momento de descobertas e para começar a aprender e desenvolver habilidades socioemocionais. Reconhecendo as emoções, em si e em colegas, ajudarão as crianças a regular suas emoções e terão mais ferramentas para resolver conflitos. A regulação das emoções é uma tarefa para toda a vida, mas inicia-se na infância. Portanto promove o desenvolvimento emocional e social de crianças. O estágio trabalhando com as emoções teve o objetivo central da promoção do desenvolvimento emocional e social em crianças de idade pré-escolar pertencentes à instituição. Percebe-se que o papel do psicólogo na área educacional é de suma importância, para auxiliar e promover um ambiente de maior desenvolvimento tanto emocional como social, e a necessidade de mais profissionais na área. Nestas atividades propostas, foram de fácil associação e de interpretação o que as crianças entendiam por medo, alegria, amor, raiva, tristeza, calma, confusão e como agir nessas situações. O estágio é caracterizado por ser um meio de agregar conhecimentos e habilidades, tendo como proposta a observação das diferentes atividades em que o psicólogo atua. Com embasamento teorico em Lewin, Vygotsky e Wallon, a presente pesquisa observou como o psicólogo escolar auxilia na melhoria  do ambiente escolar, auxiliando os alunos a aumentarem seu desempenho e proporcionar um local adequado para todos que compõem o ambiente escolar. Com objetivo de observar e vivenciar a realidade profissional e de desenvolver uma proposta de intervenção de acordo com as necessidades demandadas, foram observadas crianças do Pré II na faixa etária de 5 e 6 anos, onde foi trabalhado a  regulação das emoções de uma forma lúdica com o livro o monstro das cores, da autora Ana Lenas. Produzimos cada monstrinho das emoções referente ao livro e com base nisso montamos um emocionômetro para a turma, com o objetivo das crianças compreenderem suas emoções. Foi deixado na sala, para que cada um colocasse o seu nome em um monstrinho que representasse como está se sentindo proporcionando um diálogo entre alunos e professora.  A partir disso observou-se a necessidade de ser trabalhado as emoções, na intervenção foi realizada uma dinâmica com os alunos e os estagiários contando uma história onde todos colaboraram em interagiram, logo após houve um momento para que fosse colocado em prática o que aprenderam desenhando seus rostos conforme o que sentiam. Foi deixado na sala de aula o emocionômetro, a qual a professora relata o pedido feito pelos alunos de que eles querem colocar seus nomes em cada monstrinho da emoção, promovendo logo após um momento de dialogo entre professor e alunos. Houve uma troca de informações nos fazendo refletir sobre a necessidade da educação e a psicologia andarem juntas no meio escolar para auxiliar no desenvolvimento dos alunos, ajudando para que eles se desenvolvam de maneira correta desenvolvendo um ambiente saudável para todos.  Nesse sentindo vemos a importância da psicologia nas escolas, pois essa área faz observações diferenciadas e o ambiente escolar se mostra estressante.

Palavras-chave: Crianças; Emoções ; Pré- Escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Maia, D. D., Ferreira, K. A., & Piccoli D’Agostini, F. (2022). REGULAÇÃO DAS EMOÇÕES EM CRIANÇAS DA PRÉ-ESCOLA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31492. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31492

Edição

Seção

Videira - Ensino