QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE OVOS COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE TANGARÁ/SC

Autores

Resumo

Introdução: Salmonella enterica é o agente etiológico da salmonelose, uma doença com alta endemicidade em todo mundo. É transmitida pelos alimentos e água contaminados e tem o trato digestório dos animais de criação e do homem como habitat natural. As aves são o reservatório mais frequentemente associado ao patógeno. Sendo assim, os ovos são alimentos que podem veicular essa bacteria. Objetivo: Determinar a incidência de S. enterica em ovos comercializados por agricultores e/ou autônomos no município de Tangará, SC. Método: Foram coletados 86 ovos, obtidos de oito diferentes fornecedores. Foi determinada a presença de Salmonella na casca, pela metodologia de rinsagem com 200 mL de água Peptonada Tamponada (APT) e do conteúdo interno do ovo enriquevido em APT). A metodologia de ensaio é a descrita na norma ISO 6579-1: 2017. Os resultados foram tabulados de determinada a frequência de presença da bactéria nas amostras. Resultados: Foi detectado Salmonella em seis amostras da casca dos ovos (7%) e em quatro amostras conteúdo interno (4,7%).  Conclusão: Os dados levantados confirmam os ovos como um veículo importante de Salmonella, portanto reafirma-se os cuidados com a higiene dos alimentos, sobretudo os de origem animal, quando estes provêm de planteis que não seguem Boas Práticas Agropecuárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Moraes, N. K., & Degenhardt, R. (2022). QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE OVOS COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE TANGARÁ/SC. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31737. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31737

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa