HOSPICE EM VIDEIRA (SC): UM LOCAL PARA ATENDIMENTO A PESSOAS PORTADORAS DE DOENÇAS CRÔNICAS-DEGENERATIVAS

Autores

  • Emanoelle Turkot Gehlen Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Juliana Aparecida Biasi Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Introdução: Este trabalho refere-se ao desenvolvimento de um anteprojeto de um Hospice para a cidade de Videira (SC), de forma a compreender quais são as necessidades que pacientes com doenças crônicas-degenerativas apresentam e atendê-las no formato de uma edificação que garanta o conforto para os últimos dias destas pessoas. Objetivo:  Tem como objetivo obter embasamento teórico para futuro desenvolvimento de anteprojeto arquitetônico que ofereça atendimento humanizado e atenda às necessidades físicas e pessoais de idosos através de cuidados paliativos. Método: A metodologia aplicada para o desenvolvimento desta pesquisa é primeiramente exploratória e em segundo plano qualitativa, estudando temas desconhecidos acerca das doenças crônicas-degenerativas, estudos de casos internacionais, visualização dos números no Brasil e demonstrando estes dados de forma clara e sucinta. Foram realizadas análises para a escolha de um terreno, utilizando o método comparativo entre dois locais selecionados. O lote escolhido localiza-se na Rua Jaçanã, pois apresenta a menor distância entre hospitais e PAME da cidade, rede de apoio próxima, como O Lar Bom Samaritano e Rede de Combate ao Câncer, e também pela tranquilidade do bairro residencial. Em seguida foi realizado o levantamento de plano de necessidades e pré-dimensionamento de um Hospice, para isso foi utilizado o método quali-quantitativo, baseando-se em literatura e legislação pertinentes. Resultados: Por fim, desenvolveu-se o conceito e partido arquitetônico que foram baseados na ideia inicial de lar e retomada da infância, sendo aplicadas na construção através do telhado de aparente, revestimentos e detalhes que ofereçam conforto para os pacientes. Conclusão: A conclusão extraída deste estudo é que cada vez mais há mais pessoas diagnosticadas com estes tipos de doenças e em estado terminal, projetar um local que acolha este grupo é necessário, pensando no futuro de toda a sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Aparecida Biasi, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Docente no curso de graduação em arquitetura e urbanismo na Universidade do Oeste de Santa Catarina
Mestra em engenharia civil pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Arquiteta e urbanista pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Especialista em engenharia e gestão de projetos pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Turkot Gehlen, E., & Biasi, J. A. (2022). HOSPICE EM VIDEIRA (SC): UM LOCAL PARA ATENDIMENTO A PESSOAS PORTADORAS DE DOENÇAS CRÔNICAS-DEGENERATIVAS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31289. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31289

Edição

Seção

Videira - Ensino