RESIDÊNCIA INCLUSIVA PARA AUTISTAS: ESTUDO PARA IMPLANTAÇÃO EM VIDEIRA (SC)

Autores

  • Ana Cláudia Andretta Schneider
  • Inara Pagnussat Camara
  • Larissa Woitke UNOESC

Resumo

Introdução: O presente estudo busca elaborar um pré-dimensionamento de uma residência inclusiva voltada para o público de jovens e adultos autistas no município de Videira (SC), com altos índices de casos de autismo na atualidade, onde este público não possui amparo e direcionamento em casos de vulnerabilidade social,ou falta de seus familiares. Devido o autismo causar prejuízos sociais, o autista jovem e adulto constantemente fica confinado à sua residência e família, não possuindo convívio social, tampouco participação na comunidade, necessitando de um local adequado as suas necessidades. Objetivo: O objetivo é explorar eanalisar referenciais teóricos acerca das instituições existentes bem como residências que acolhem o autista na atualidade, auxiliando no desenvolvimento de um pré-dimensionamento que esteja voltado para a realidade de Videira (SC). Método: O conhecimento necessário a elaboração deste pré-dimensionamento eposterior anteprojeto, adquiriu-se através de estudo dos referenciais teóricos existentes a respeito de edificações como moradias assistidas e edificações voltadas ao autismo bem como, através de uma metodologia quali-quantitativa e etnográfica. Tornando-se de suma importância rever conceitos de psicologia ambiental, além do efeito da arquitetura sobre o indivíduo e sua percepção sensorial, para melhor identificar os possíveis efeitos e benefícios da edificação no indivíduo atípico. Resultados: Como resultado deste estudo, desenvolveu-se um pré-dimensionamento priorizando a necessidade de alguns elementos arquitetônicos, como área de escape, sala de descanso, áreas de transição, espaço sensorial externo e áreas de refúgio externas. Conclusão: Como conclusão reitera-se que a residência inclusiva voltada para o autismo, objeto deste estudo, apresenta uma solução social para esta demanda de público, hoje criança na região de Videira, e posteriormente jovem e adulto, sendo de suma importância para esses familiares de portadores de Tea que exista um local adequado, receptivo, voltado ao seu acolhimento totalmente adaptado, visando a melhoria da sua qualidade de vida e iserção social do portador de TEA de Videira e região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Andretta Schneider, A. C., Pagnussat Camara, I., & Woitke, L. (2022). RESIDÊNCIA INCLUSIVA PARA AUTISTAS: ESTUDO PARA IMPLANTAÇÃO EM VIDEIRA (SC). Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31280. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31280

Edição

Seção

Videira - Ensino