MEMÓRIA, IDENTIDADE E PATRIMÔNIO: A TESSITURA NA CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA SOCIAL, CULTURAL E A INSERÇÃO DAS TECNOLOGIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA

Autores

  • Bibiana Burghardt Unoesc
  • Sueli Perazzoli Trindade Unoesc

Resumo

Introdução: O patrimônio histórico, a memória e a identidade fazem parte da herança cultural do povo que não se limita apenas no sentido de herança, mas também, aos bens produzidos pelos antepassados, que resultam em experiências e memórias, coletivas ou individuais no percurso formativo, complexo e integral. E na construção dos registros históricos possibilita novos olhares em todas as dimensões que o ser humano convive e, como os conceitos são apresentados na sociedade contemporânea que visa à valorização do patrimônio arquitetônico na história da humanidade. Objetivo: Promover ações educativas e inovadoras nos processos de ensino e aprendizagem visando os registros históricos e arquitetônicos da Escola de Educação Básica Professora Adelina Régis no contexto social e cultural e as contribuições na memória, identidade e patrimônio cultural, e na inserção das tecnologias na produção científica. Possibilitando assim conhecer o contexto histórico, social e cultural de uma escola local ao longo da sua existência centenária no espaço urbano por meio de recursos tecnológicos.   Método: O estudo centraliza-se na pesquisa qualitativa bibliográfica documental, considerando a memória e a identidade da escola por meio do acervo de documentos e fotografias. E por meio de entrevistas realizadas com pessoas que frequentam ou já  frequentaram a escola com a finalidade de resgatar da memória das pessoas que vivenciaram experiências como alunos e colaboradores. Resultados: Por meio da análise e da investigação  foi possível evidenciar a importância da Escola Professora Adelina Régis na formação educacional e social de seus usuários, assim como para a sociedade em geral que foi contemplada com diversos projetos e eventos promovidos pela escola. A identidade das pessoas está intrinsecamente ligada as suas memórias tanto individuais como coletivas nos permitindo fazer um resgate da herança cultural e de informações significativas acerca da história. Dessa forma também compreender a Por meio da análise e da investigação  foi possível evidenciar a importância da Escola Professora Adelina Régis na formação educacional e social de seus usuários, assim como para a sociedade em geral que foi contemplada com diversos projetos e eventos promovidos pela escola. A identidade das pessoas está intrinsecamente ligada as suas memórias tanto individuais como coletivas nos permitindo fazer um resgate da herança cultural e de informações significativas acerca da história. Dessa forma também compreender a valor patrimonial da instituição como formadora de diversas personalidades da nossa sociedade. Conclusão: Dessa forma evidenciamos a importância do resgate histórico por meio da memória, identidade e patrimônio e como estes elementos resultam em experiências coletivas ou individuais durante o percurso da formação de cada indivíduo. A relevância desta pesquisa está na preservação do patrimônio histórico, afim de, possibilitar fontes bibliográficas para as futuras gerações continuarem o estudo a partir dos registros históricos do passado e daqueles que são construídos no presente. Concluímos que este estudo foi relevante para a formação acadêmica permitindo a experiências de análise histórica, estética e crítica em relação às epistemologias do patrimônio cultural com aprendizagens significativas com vistas para o processo formativo, integral, inovador, complexo, transdisciplinar, colaborativo e tecnológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Burghardt, B., & Perazzoli Trindade, S. (2022). MEMÓRIA, IDENTIDADE E PATRIMÔNIO: A TESSITURA NA CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA SOCIAL, CULTURAL E A INSERÇÃO DAS TECNOLOGIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31239. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31239

Edição

Seção

Videira - Pesquisa