ÁRVORES FRUTÍFERAS NO PAISAGISMO URBANO: IMPORTÂNCIA E RESTRIÇÕES.

Autores

  • Natália Souza UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA - UNOESC
  • Jane Pilotto

Resumo

Introdução: A arborização urbana, além de trazer múltiplos benefícios aos municípios/cidades, como estabilidade climática, conforto ambiental, melhoria da qualidade do ar, saúde física e mental dos moradores, também auxilia na redução da poluição sonora e visual e na promoção de frutas sem agrotóxicos para a população. Geral no sentido de ajudar a promover a participação do indivíduo no meio em que vive. É muito importante que o planejamento de plantio e adaptação das variedades frutíferas escolhidas para serem inseridas no espaço urbano seja satisfatoriamente planejado para evitar problemas e perdas relacionadas à rede, água, esgoto, calçadas e barreiras de circulação. Desta forma, o artigo consiste em um amplo estudo bibliográfico relevante para o planejamento urbano, utilizando como base original os benefícios e constrangimentos associados à arborização frutífera no paisagismo urbano. Objetivo: Analisar a arborização Frutífera regional em áreas urbanas e suas contribuições para aumento da qualidade do ambiente e de vida. Método: O universo da pesquisa delimita-se a região Meio Oeste Catarinense com foco no município de Xanxerê. A pesquisa vai apresentar uma abordagem qualitativa e quantitativa. Os métodos qualitativos visam captar o fenômeno e sua essência, explicar suas origens, relações e mudanças, e compreender intuitivamente as consequências. Já a pesquisa quantitativa quantifica os dados coletados valorizando e aprofundando o objeto investigado. Resultados: No que diz respeito à pesquisa bibliográfica, tomou consciência da importância e limitações da arborização. A arborização urbana frutífera é extremamente importante nos aspectos ecológicos, culturais, sociais, estéticos e históricos.  Portanto, é de salientar que falta um planejamento para a viabilizar, concretizando assim todos os benefícios, respeitando as condicionantes, tornando satisfatória a implantação desta arborização, e proporcionando assim melhorias de qualidade ambiental e urbana na vida dos cidadãos. Conclusão: Através da exposição deste artigo, afirmo que um bom planejamento de arborização enfatiza a importância de uma arborização eficaz e atende às restrições das normas ambientais, evitando assim o não cumprimento após a arborização. É fundamental selecionar espécies nativas que sejam corretamente semelhantes ao ambiente, protegendo assim a flora e a fauna da região, pois serve de alimento e abrigo. Os profissionais da área devem estar sempre na vanguarda desses projetos arbóreos para que o cumprimento das normas seja importante e as atualizações sejam recomendadas para evitar desgastes. O ministro do Meio Ambiente é responsável por cumprir o programa de reflorestamento da cidade, mas seguindo as regras e orientando as pessoas para a conscientização ecológica por especialistas, não são necessárias multas e detenções, pois isso beneficiará o indivíduo, bem como a fauna e a flora da área. Portanto, é responsabilidade de todos os cidadãos proteger as espécies nativas que fazem parte de sua cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-11-2022

Como Citar

Souza, N., & Pilotto, J. (2022). ÁRVORES FRUTÍFERAS NO PAISAGISMO URBANO: IMPORTÂNCIA E RESTRIÇÕES. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão, e31260. Recuperado de https://periodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/31260

Edição

Seção

Xanxerê - Pesquisa